quinta-feira, 17 de junho de 2010

VERGONHA - PARTE 2

Quando você acha que acabou, que a vibe de dar fora, pagar mico, ser humilhado está no fim... TÓMA! Vem uma na cabeça!

To eu no ponto de ônibus esperando o ônibus (jura?). Me perdi numa música muito boa a nova da SELENA GOMEZ, Naturally, óbvio que isso fica em OFF, VERGONHA, tava lá, uma relação entre eu e o globo da balada, só nós in the world e quando vejo o ônibus já tá em cima, dou sinal, o fdp faz que pára, me faz virar com pressa, o que afeta minha labirintite, quase levo um tombo, e aí, do além, o motô acelera, arrrrrrrrrrrgh (como faz o barulho de um motor?), e me deixa lááááááááá, com a labirintite atacada, jogada na sarjeta.

Claro que tudo acontece ao mesmo tempo, logo, o telefone tinha acabado de tocar quando quase caí, tento atender, tento correr até o ônibus, tento ver se alguém viu isso, e ainda tento fazer a linha, já que a aspirante a trava tava me encarando com cara do tipo:
"hum, bonitinho, mas tão bobinho"

Não comentei dela?
Sim. Tinha uma aspirante a travesti que estava no ponto. Digamos, que ela era, hã, um cara muito legal. Sacou?
Sinceramente, se não tem o gene travesti no corpo. Não vira trava. Por favor.
Só nos envergonha. Nada contra (ADORO) mas a pessoa mora no Jardim Angela, veste os trapos da tia, mete o ferro de passar no cabelo e pronto. "Virei mulher".
Não é assim, gente!

Mas enfim, aí pra completar minha felicidade a aspirante vem ao meu encontro e logo pensei em correr, né. Qualquer pessoa em sã consciência correria até o sangue parar de circular nas pernas. Mas como Adóóóóro o perigo, fiquei lá, vendo ela jogar o "cabelo" em camera lenta (Cameron Diaz em As Panteras 2, manja?) vir se equilibrando no salto agulha, fazendo charminho com o pelo em baixo do braço (JURO) até chegar a mim. Eu já com as mãos em punho, pronto pra dar um soco e puxar minha mochila das mãos gatunas da bicha antes que ela pudesse gritar TÁ PENSANDO QUE TRAVESTI É BAGUNÇA?
Aí ela solta:

"gato, o ônibus não para aqui, só alí na frente"
"como assim não para aqui?! Eu pego aqui todo dia!!!" eu já num tom agressivo que era pra mostrar confiança, né.
Ela meio desconsertada, sem saber muito bem o que responder...
"ai, não sei. eu perguntei pro motorista e ele disse que não para mais aqui"
"bom, vou tentar de novo, ver se ele para. Brigado"

Aí fica eu lá, esperando como um otário a merda do bus passar. Eu já me perguntando quanto tempo de tortura eu ainda teria até o próximo ônibus passar direto de novo -e com sorte sem labirintite-.
E não é que bendito não parou mesmo?
Eu QUADRADO de vergonha, querendo pegar o grampo do "cabelo" dela e enfiar na garganta. Certeza que isso seria menos vergonhoso do que juntar meu orgulho do chão, erguer nas costas e passar por ela que claro não deixaria por menos:

"eu te avisei"

Me olhando fixo com aqueles olhos azuis piscinas, com uma lente de contato tão vagabunda que se bobiar era garrafa pet que ela mesma cortou e socou no zóio. Detalhe: He/she era negro/negra último tom. Platinada, toda trabalhada no Cenoura e Bronze. Nada contra (ADORO um escurinho) mas gente, fico cho-ca-do com a falta de bom senso do povo.

TÁ PENSANDO QUE TRAVESTI É BAGUNÇA?

P.S.: a trava era igualzinha essa foto. IGUALZINHA.

10 comentários:

Hakime Goul Djounoubi disse...

Não sei se fico com pena dela ou de ti...

Olha, essa travesti do filme é um homem, não uma mulher. Nunca será uma mulher, não sabe sequer ser ser humano. Se aproveita de um mais fraco, essa sim mereceria levar umas da polícia.

Mas, no geral, eu não posso falar de travesti, porque não conheci muitos até hoje, nem nunca conversei muito ou tive amizade.

Mas tenho pena de algumas, como a Andréia, essa que morreu de AIDS e ficou com o Ronaldinho. Ele se drogou, comeu ela, não pagou e ainda deu uma de vítima, e todo mundo demonizando a coitada. Senti muita pena dessa pessoa.

Sou contra todo tipo de violência.

Gabuh disse...

véio, dessa vez você se superou ao relatar as situações que tu passa no cotidiano. por favor, jura que não vai mais parar de nos fazer mijar nas calças de tanto rir?? EU-RI-O-TEXTO-INTEIRO, gato! se não tem noção o sufoco que passei aqui pra terminar de ler esse post. eu lia um pouco, ria, tomava um fôlego, retomava a leitura e ria de novo, quase engasgando e os olhos lagrimejando... pense!?

Thi do Ota disse...

Só posso dizr uma coisa about: MEDO! Depois e conta que é esta anomalia pra eu espancar até meu corpo suar.....Absurdo...

Mauri Boffil disse...

hahahahaha.
Fear dot com.
E, tá pensando que Travesti e bagunça? (pega a bolsa e bate no reporter)

Hakime Goul Djounoubi disse...

Olá, bruno, passei para desejar bom fim de semana, meu amigo! Aproveita o calor aí de Belém, que tu não sabes o quanto sentirias falta caso viesses para cá, háhá!

Olha, quanto ao vídeo, só posso dizer que adorei! Assisti ao filme das branquelas, e não sou chegado em negão (imagino o sofrimento de quem é, meu Deus do céu!!!), mas a música é um barato! Ri pra caramba, e confesso que não conhecia a nossa versão "brasileira" de I will survive! Obrigado por compartilhar, meu querido.

Olha, uma vez já me disseram que o meu blogue demorava um pouquinho para carregar sim, aí eu fiz uma averiguação, eliminei um monte de itens de beirada de página, e agora está assim como está. Se eu tirar mais só se for o meu perfil, as opções para seguir e tudo, não ficaria bonito, o blogue se empobreceria. Mas é assim mesmo, quando gostamos de um sítio de Internet, visitamos, nem que demore uns segundos a mais mesmo, como dizemos na Pérsia: "A paciência é a chave do paraíso". Fico feliz que gostes de te sacrificar por mim :-)

Teu cantinho também vale muito a pena, e queria muito ver uma fotografia tua, nem que seja só de tuas mãos... posta uma, vá! Por favor, Bruno, hahaha.

Au revoir, mon cher et douce ami!

Hakime Goul Djounoubi disse...

Olha, li o comentário do Thi, e realmente fico com pena de quem tem coragem de espancar um ser humano até ficar suado. Não conheço-o, e não sei quem ele é; espero que na vida real ele seja uma pessoa mais calma. Porque por mais que uma travesti seja feia e chata, se não for uma dessas do vídeo do "travesti não é bagunça" é claro, não merece apanhar desse jeito. Não desejo violência para ninguém nesse mundo, isso é o que eu penso, e não falo para ofender, que fique bem claro.

Abraços, Bruno lindo!

M. disse...

HIAuHAIuHAI

Cara, eu assisti essa reportagem do TÁ PENSANDO QUE TRAVESTI É BAGUNÇA? Assim que saiu o vídeo na internet eu peguei o áudio e fiz um ringtone.

AhIUAhIAUhI

E essa parte do seu texto é "A" melhor

""Só nos envergonha. Nada contra (ADORO) mas a pessoa mora no Jardim Angela, veste os trapos da tia, mete o ferro de passar no cabelo e pronto. "Virei mulher".""

HIAUhIAuHIAuHAIuHAI

Abrass

Gato de Cheshire disse...

AI meu filho.. Ora.. pede a Deus... pede muito, q o negocio tah feio...

Sac do Amor disse...

Olá, bom dia Bruno.

Passei apenas para desejar-te uma boa semana. Espero que estejas menos estressado e mais alto astral, pois mereces tudo de bom.

Au revoir.

Hakime Goul Djounoubi disse...

Entendi a tua resposta, Bruno, espero não ter falado demais.

Abraços.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails